LIVRAMENTO CONDICIONAL

O livramento condicional é a fase mais benéfica na fase de execução da pena, após cumprimento de 1/3 (um terço) para os crimes comuns e 2/3 (dois terços) para os crimes hediondos, sendo primário. O reeducando antecipa sua saída a modo de consolidar sua ressocialização desde que cumpra todas as determinações imposta pelo juiz competente. Deste modo, há grande possibilidade do apenado conseguir tal benefício a não retornar ao estabelecimento prisional.  Porém como já mencionado acima os estabelecimentos prisionais não possuem o número de advogados necessários para que todos possam obter tal apoio e pleitear o benefício, sendo que de forma rotineira alguns cumprem a pena de “ponta a ponta” sem gozar de qualquer benefício. Este serviço é prestado com toda determinação, profissionalismo e eficácia para o bem do cliente.